• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
Você está em: Início > Cursos > Licenciaturas > LBM
Autenticação

Biotecnologia Medicinal

Sigla: LBM
Departamento: Escola Superior de Saúde
Grau: Licenciatura
Início de Funcionamento: 2020/21
Coordenador: Paula Isabel Teixeira Gonçalves Coutinho Borges

Descrição

  • O ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado(a) em Biotecnologia Medicinal  tem 180  unidades de créditos (ECTS) e uma duração curricular de 3 anos (6 semestres) .

    Habilitações:

    Provas de Acesso:
    Uma das seguintes provas:
    02 Biologia e Geologia
    07 Física e Química
    16 Matemática


    Classificações mínimas:
    Classificações mínimas:
    Nota de candidatura: 95
    Provas de ingresso: 95


    Fórmula de Cálculo:
    Média do secundário: 60%
    Provas de ingresso: 40%
    Pré¿requisito: n/a

    Preferências:
    Área de influência: Percentagem de vagas: 50.0%
    Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda e Viseu


    Outras Informações:
    Cursos com acesso preferencial: Percentagem de vagas: 10.0%

    P11 - Técnico Auxiliar de Saúde
    P16 - Técnico de Análise Laboratorial
    R42 - Técnico Auxiliar de Farmácia
    R72 - Técnico de Geriatria

    Objetivos:
    A Biotecnologia Medicinal (BM) é uma área emergente de rápido crescimento relacionada com a necessidade cada vez maior do desenvolvimento de sistemas terapêuticos inovadores que envolvem a engenharia genética, a terapia celular, a medicina regenerativa e a medicina personalizada.

    A BM contribui de forma relevante, através do domínio de um conjunto diversificado de saberes inter-relacionados e de competências pessoais, técnico-científicas, humanistas, éticas e culturais, para a prevenção, deteção precoce por rastreio e monitorização, recorrendo a metodologias avançadas de análise clinico-laboratorial, bem como na produção e transformação de novos produtos biomédicos e sistemas terapêuticos emergentes com aplicação na medicina regenerativa e medicina personalizada.

    Perfil de Entrada:
    Alunos dos cursos gerais do ensino secundário das áreas de Ciências e Tecnologia, Cursos de Especialização Tecnológica (CET) e Cursos Superiores Técnicos Profissionais, com motivação para área da Biotecnologia Medicinal.

    Metodologias:
    As práticas de ensino-aprendizagem incluem metodologias ativas, de forma a fomentar o trabalho autónomo dos estudantes, em que o ensino teórico é complementado com ensino teórico-prático e laboratorial. O envolvimento dos estudantes em projetos de investigação e a realização de um estágio no último semestre do curso, permite uma formação integrativa e transversal da biotecnologia aplicada à saúde e da química medicinal em contexto académico e em contexto profissional. Em função do perfil de cada estudante, o estágio final permitirá desenvolver competências em ambiente profissional em área clínica, laboratorial e/ou industrial que favoreçam a integração do estudante no Mercado do trabalho.

    Perfil de Saída:
    A licenciatura em Biotecnologia Medicinal, garante a aquisição de competências para o exercício profissional autónomo e sustentado assente na prática baseada na evidência e no eficiente raciocínio e análise crítica.
    Os diplomados em Biotecnologia Medicinal, apresentam competências na área da biotecnologia, química medicinal, desenvolvimento de novos produtos, com capacidade de/para:
    » Aplicar conhecimentos de Biologia, Química e Biomedicina para resolver problemas em diferentes domínios;
    » Desenvolver a autonomia no uso e aplicação de ferramentas e técnicas de produção e transformação de novos produtos na área de diagnóstico e terapêutica;
    » Demonstrar competências práticas nas áreas de recolha e seleção de amostras biológicas e medição, produção e análise de dados clínico-laboratoriais;
    » Intervir no desenvolvimento de ferramentas emergentes para prevenção, diagnostico, terapêutica e reabilitação;
    » Demonstrar pensamento crítico e criatividade na resolução de problemas científicos recorrendo à investigação experimental;
    » Apresentar de trabalho em equipas multidisciplinares na área da investigação epidemiológica e científica, interpretando criticamente dados clínicos e literatura científica que sustentem a prática;
    » Intervir em ações de comunicação relacionadas com a produção de (micro)organismos, novas moléculas terapêuticas e bio(nano)materiais segundo os princípios deontológicos e científicos na área da Biotecnologia Medicinal;
    » Empreender e desenvolver trabalhos inovadores.

    Saídas Profissionais:
    » Indústria Farmacêutica;
    » Indústria de base biotecnológica;
    » Centros clínicos de prevenção, diagnostico, terapêutica e reabilitação;
    » Ensino e investigação;

    DGES - Direção Geral do Ensino Superior
    Licenciatura - 1º ciclo
    Acreditação e registo: Com Acreditação prévia em 2020, por 6 anos
    Limite de vagas fixado: 25
    Registo inicial:R/A-Cr 100/2020 de 13-07-2020


    A3ES - Agência de Avaliação e Creditação do Ensino Superior
    Acreditação A3ES
  • Áreas Científicas

    • Medicina
    • Biologia e Bioquímica
    • Química

    Planos de Estudo